Enquete

A maior dificuldade para ensinar alguém a aprender é:
 

Quem está online?

  • Buy kamagra gold
  • Viagra 100mg cost
  • Cialis 20 mg film coated tablets tadalafil
  • Propecia canada cost
  • Buy viagra shops
  • Herbal viagra how safe
  • Kamagra soft tabs suppliers
  • POSTURA DO PROFESSOR PDF Imprimir E-mail

    Postura do Professor

    Prof. Dr. Marcos de Afonso Marins
    Presidente da Diretoria Executiva da Fundação LAMF - Abril/2004

    · Por que Estudar?
    · Conceito de Professor
    · Por que sou professor?
    · Conhecimento do Conteúdo Programático
    · Preparação das aulas
    · Preparar todas as aulas
    · Professor e a Educação Comportamental 
    · Conduta do Professor.
    · Conduta em sala de aula.
    · Conduta fora da sala de aula.
    · Conclusão

    Por que Estudar?
    Por que será que devemos estudar?
    O ser humano é diferente dos animais, ele é um ser racional, livre, consciente e responsável.
    Ser racional é aquele que pensa, raciocina, sabe porque está fazendo isto ou aquilo, sabe porque está estudando, por exemplo.
    Livre, porque ele decide o que quer fazer, ninguém pode obrigá-Io, pode sim aconselhá-Io.
    Consciente, porque ele sabe o que está fazendo, como a gente diz :"ele tem consciência do que faz" .
    Responsável porque tem consciência de suas obrigações como homem, por exemplo: estudar, trabalhar, jogar, etc.
    Portanto, agimos entendendo e entendemos agindo. Os atos de "agir entendendo" e de "entender agindo" caracterizam distintivamente o modo de ser do ser humano (Luckesi, et ai, 1991).
    O conhecimento - como entendimento do mundo não é pois, um enfeite ou uma ilustração da mente e da memória, mas um mecanismo fundamental para tornar a vida mais satisfatória e mais plenamente realizada (Luckesi, et ai, 1991).
    A ação de pensar as coisas com as quais vivemos, dá uma dimensão nova a tudo: dimensão siginificativa da compreensão. As coisas ficam claras para nós, conhecidas, entendidas.
    Os animais vivem no mundo, exclusivamente submetidos às suas leis; nós seres humanos, vivemos no mundo e com o mundo, porque estamos aí, mas possuímos a capacidade de "fazer as coisas" com o mundo tornando-o nosso, satisfatório às nossas necessidades.
    Quando não conhecemos as coisas entramos em pânico, ficamos apavorados (Ex.: doenças). A medida que vamos conhecendo vamos ficando "senhores da situação".
    O conhecimento faz com que enfrentemos a vida com menos riscos e menos perigos. Nós ficamos mais seguros, agimos com certeza e podemos prever as coisas.
    Entender o mundo através do conhecimento se faz tanto em situações simples do dia a dia (Ex.: na cozinha de nossa casa, na rua, no trabalho, no campo, indústria, brincadeiras, etc.), como nos laboratórios de pesquisa. Todos nós praticamos o conhecimento em nosso dia a dia.
    O conhecimento é necessário para nos mostrar o caminho, as coisas do mundo.
    O conhecimento é necessário para o progresso, para o desenvolvimento de um mundo cada vez mais adaptado ao entendimento das necessidades do ser humano.
    Como o homem é livre, o conhecimento tem que ser libertador ele tem que ser de maneira adequado e mais condizente com suas necessidades. O indivíduo fica livre do medo do desconhecido.
    O conhecimento liberta o sujeito porque lhe dá independência e autonomia (Ex.: quando sabemos cuidar do corpo nos libertamos do médico. Quando aprendemos a ler nos libertamos do professor, pois lemos e entendemos, etc.).
    Portanto, o conhecimento é importante para termos uma vida compatível como ser humano.
    Adquirimos o conhecimento durante a nossa vida, em todas as nossas atividades, mas essa aquisição é feita, principalmente, na Escola.
    A Escola nos fornece os meios para conhecermos o mundo que nos rodeia, através dos diversos conteúdos das disciplinas que estudamos.
    Estudar, pois, significa conhecermos o nosso "universo", tudo que nos cerca e usarmos esse conhecimento para nosso bem estar e felicidade.
    O estudo nos torna mais humanos, pois passamos a conhecer todas as reações da natureza, do homem e do ambiente em geral. Nos leva a compreensão do próprio homem, do próximo.
    Estudamos para que possamos ser cada vez mais livres, conscientes e responsáveis como pessoa humana que somos.

    Bibliografia - Luckesi, C. C., et aI. Fazer Universidade: uma proposta metodológica. 6a edição, Cortez Editora, 1991, 232

    Conceito de Professor
    Segundo o Dicionário do Aurélio: "(1) Professor é aquele que professa ou ensina uma ciência, uma arte, uma técnica, uma disciplina; mestre; professor universitário; professor de ginástica. Professar (1) reconhecer publicamente; confessar: Os homens deveriam professar os princípios que norteiam suas ações. (2) Preencher as funções inerentes a (um cargo ou profissão);
    abraçar (cargo ou profissão): professar a advocacia (3) Ensinar na qualidade de professor ou lente; lecionar, professorar: "Como ele professava pedagogia na secção didática do meu curso, esperava encontrar ali a realização das idéias que ele nos expunha na sua cátedra"
    (Fidelino de Figueiredo, Um Colecionador de Angústias, p.84


    Por que sou Professor?
    A razão da escolha profissional é fundamental no seu desempenho. É preciso ter claramente fixados os objetivos profissionais e porquê exerço tal profissão.
    A profissão que exercemos é um meio para a nossa promoção como pessoa humana. Não trabalhamos só para ganhar o salário no final do mês, mas para a nossa realização pessoal. Se executamos as nossas funções com dedicação, carinho, interesse, estudo, persistência, fundamentação (sabemos o porquê exercemos aquela função), etc., o ganho por exercemos aquela função virá inevitavelmente. Somos professores para que possamos dar as condições às crianças e jovens de se tornarem seres humanos, cada vez mais livres, conscientes e responsáveis. Os conteúdos programáticos que ensinamos, servem para tornar nossos alunos mais humanos, mais capazes de decidirem livremente sobre sua vida, tirarmos deles a condição de escravização. O conhecimento liberta a pessoa humana, pois dá a ela a capacidade de ler, entender, discutir, conhecer, amar, etc., mais dignamente. Ela deixa de ser manuseada pelos mais "letrados" ou "sabichões". Ela passa a ter uma análise mais crítica da sociedade. Ela desenvolve o seu raciocínio, sua capacidade de criação.
    A nossa função de professor é de grande responsabilidade, pois temos que desenvolver no aluno valores humanos indispensáveis para a sua boa formação, tais como: disciplina, respeito, capacidade de trabalho, iniciativa, honestidade, cidadania, ética, moral, conhecimento das diferenças individuais, educação para o convívio social, amor, gratidão, humildade, trabalho em grupo ou equipe, etc.

    Conhecimento do Conteúdo Programático.
    O professor tem de conhecer o que leciona, principalmente e profundamente os conhecimentos científicos básicos da matéria que ministra.Procurar bibliografias atualizadas. Ler, estudar. O conhecimento hoje fica ultrapassado em poucos anos. Vários autores dizem que um profissional formado há dois anos e não freqüentou nenhum curso é considerado analfabeto na sua área de conhecimento. O professor tem que saber além do que ensina em sala de aula.

    Preparação das aulas
    Temos que preparar todas as aulas que damos.
    Não podemos ficar só no livro texto indicado, mas sim procurar várias fontes de um dado conhecimento. O professor não pode chegar na frente dos alunos e dizer: onde paramos? O professor tem que saber em cada sala de aula o conteúdo que está sendo ministrado, e em que ponto parou. Ele é quem conhece as classes que dá aula. O professor é um profissional, isto é que professa a sua profissão.

    O Professor e a Educação Comportamental – Conduta, Comportamento do Professor.
    Há um ditado que diz "As palavras comovem e os exemplos arrastam".

    Conduta em sala de aula.
    A apresentação do professor(a) é fundamental. O que é a apresentação do professor? É estar sempre vestido decentemente e condizente com a função que exerce, que é a de dar exemplo para os alunos. Não é estar ricamente vestido, mas decentemente vestido. O uso do avental, acho fundamental.
    O professor não pode, por exemplo sentar em cima da mesa. Mesa não foi feita para sentar. O professor não pode mascar chicletes durante a aula. Temos que formar nos alunos o domínio da vontade. Temos hora para tudo na vida: para comer, para estudar, para mascar chicletes, para dormir, etc. Na vida real não fazemos tudo que queremos, a toda hora. Isto chama-se disciplina. A disciplina na escola existe para que formemos no aluno a capacidade de domínio da vontade. Quem não domina as pequenas ações (vontades) não será capaz de dominar no futuro os seus impulsos animalescos e sexuais. Facilmente entra no caminho das drogas.
    O professor não pode jogar lixo no chão da escola ou da classe. E não é só o professor, toda a comunidade da escola (diretor, supervisor, orientadores secretárias(os), funcionários, serventes, proprietários da cantina da escola, etc.) toda escola tem que ter conduta formativa. Caso contrário, não estamos formando, mas deformando o aluno.
    Tratar os alunos com respeito e dentro das normas estabelecidas na escola e na disciplina que leciona. A fixação de normas de conduta dos alunos, devem ser fixadas no primeiro dia de aula. Essas normas, têm de ser coerentes com a faixa etária e possíveis de serem cumpridas. Não se fazem normas que não poderão ser cumpridas (por serem rígidas demais). A escola deve ter normas gerais de conduta do aluno e do professor que devem ser seguidas por todos. Essas normas devem ser estudadas pela comunidade da escola para que possam ser cumpridas. É preferível poucas normas, mas que sejam cumpridas. Normas que são fixadas sem o devido estudo e depois tiradas, levam a crer que não tinham objetivos formativos bem delineados e discutidos pela comunidade da escola.

    Conduta fora da sala de aula.
    O Professor não pode ter uma conduta na escola e outra fora dela. A sua conduta pessoal na escola e no shopping tem que ser a mesma. Educada, formativa. Não pode fora da escola jogar papel no chão, escarrar na rua, maltratar as pessoas, etc. O nosso comportamento é ditado pela aprendizagem.
    A aprendizagem prevê mudança de comportamento. Se mudamos nosso comportamento é porque temos a certeza absoluta da importância de tal atitude para a nossa vida, para a comunidade e para nossa família.

    Conclusão

    O professor tem que saber o porquê da escolha da profissão. Ser professor requer: dedicação, atenção constante aos pontos formativos de nossa conduta, domínio da vontade para dar o exemplo, maturidade emocional, fundamentação pedagógica das atitudes que toma, respeito aos pontos discordantes, não esquecer das diferenças individuais, fazer do trabalho escolar uma unidade de ação e não uma uniformidade, etc.
    Evidentemente, não é fácil administrar uma comunidade escolar composta de professores, coordenadores, supervisores, pais, funcionários, alunos, cada um com um ponto de vista a respeito do processo pedagógico. Por este motivo, existem nas escolas as semanas de planejamentos. Discute-se, trocam-se idéias, ponderam-se atitudes, etc. Todo planejamento deve ser flexível para que possa ser redirecionado, revisto, etc.
    A nossa responsabilidade na formação do aluno é muito grande. Trabalhamos com crianças, adolescentes, adultos, isto requer uma compreensão clara da pessoa humana e as suas relações e interações com as outras pessoas. Por estes motivos, estudamos 3 ou 4 anos para exercemos a nossa profissão. Além de estudarmos o conteúdo programático de nossa área de conhecimento, estudamos as disciplinas de sociologia, psicologia, didática, etc. que nos fornecem o ferramental necessário para nossa conduta pedagógica.
    A postura do professor está relacionada com o seu envolvimento no processo educativo dentro e fora da escola.
    A escola quer formar cidadãos conscientes que sejam agentes de transformação social. É nossa função procurar os meios pedagógicos para que possamos atingir esse objetivo.

    Sorocaba, abril 2004.
    Prof. Dr. Marcos de Afonso Marins



    Compartilhe com:
    Facebook!twitter
     
    < Anterior   Próximo >